top of page
Buscar

Um Carnaval Cheio de Sonhos

Atualizado: 4 de mar.



Os sonhos...Eles movem nossos dias, e nos dão motivação para alcançarmos nossos objetivos!!


Sonhos de criança, que nos acompanham quando adultos,  e as vezes até mudamos nossos sonhos quando estavam quase sendo realizados, por percebermos que não era aquilo que queríamos e começamos do zero.


Sonhar, idealizar, realizar, por isso a frase “ só cresce quem sonha” está sempre presente aqui na Casa Cultural Dona Antonia!!

Com pessoas sonhadoras que acreditam que podemos construir um futuro melhor, onde há mais amor e igualdade de direitos, estamos realizando diversas atividades que tem transformado a vida das pessoas de forma positiva.


E foi de sonhadores que nasceu o Bloco Unidos do Liberatos, que teve início com Teco Martins, e que se transformou na Escola de Samba Unidos da Dona Antônia, e nesse ano fez seu primeiro desfile no pré carnaval de Betim.



As 11 hs do dia 03 de fevereiro, todos já estavam super animados na concentração na Rua do Rosário, e as 13 hs teve início o desfile. Com muita emoção, a bateria, sob o comando do mestre Lino Borges, iniciou fazendo um toque de capoeira, em homenagem a Teco Martins, que além de carnavalesco, era treinel de capoeira, atividade que ele se dedicava também.



Com o tema “ Só Cresce Quem Sonha”, idealizado por Sérgio Martins, o samba enredo “ Sonhar Para Realizar", composição de Silvana Martins, embalou a escola. O samba enredo foi puxado por ela, Sérgio Martins e André Araújo, a harmonia ficou por conta dos músicos Salmo Costa e Robert Vinicius.








O objetivo principal foi mostrar que na Casa Cultural Dona Antônia, #cabe todo mundo, por isso, a escola mostrou em suas alas as atividades que são realizadas na casa e promoveu a inclusão de pessoas com deficiência na folia, Apaetucada, que contou com a presença de integrantes da Associação de pais e amigos dos excepcionais (Apae).









Entrevista de Sergio Martins ao jornal O Tempo

Segundo disse o dirigente Sérgio Martins em entrevista ao Jornal O Tempo, a gente está falando muito de inclusão, e ele acredita que incluir a Apae é incluir de verdade as pessoas com deficiência. Elas precisam estar conosco. Não é fazer festa lá pra eles, eles tem que estar conosco e o lugar que cabe todo mundo é a Escola de Samba Unidos da Dona Antônia.


Dentre as atividades mostradas nas alas, a dança do ventre, dança de salão, e alunas da ginástica funcional, que se encantaram em desfilar e disseram que querem participar outras vezes.



Dona Maria Lima, fundadora da Casa Cultural Dona Antônia, estava feliz em participar e desfilou com o estandarte da escola.




E Já que o tema era sobre os sonhos, a artesã Lana Vilela desfilou com o filtro dos sonhos confeccionado por ela, ao lado de Dona Maria Lima.






Teve e rei e rainha da bateria, Mariana, que é professora de macramê na casa cultural 2, fez a sua própria roupa do desfile usando essa técnica, e disse que seu sonho sempre foi ser rainha de bateria.



O desfile foi emocionante, um carnaval inclusivo, com o objetivo não de apenas estar nas ruas e fazer batucada, mas também mostrar atividades que transformam a vida de outras pessoas dando a elas a oportunidade de sonhar com um mundo melhor, de incentivá-las a ter auto confiança e buscar a cada dia serem seres humanos mais fortes e capazes.


Ao final do desfile, todos estavam sem palavras para descrever essa emoção. Uma mistura de sensação de missão cumprida e admiração em ver como pequenos sonhos podem se transformar em grandes realizações!!



Por isso nunca desista dos seus sonhos, se parecerem impossíveis, junte-os aos de outras pessoas que sonhem como você, assim ficará mais fácil realiza-los.


Obrigado a todos que se empenharam em fazer desse carnaval um momento tão especial!!


“Sonho que se sonha só é só um sonho, mas o sonho. que se sonha junto é realidade” - Raul Seixas


30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page